Arena MTE

Domingo passado (22 de agosto), participei do arena MTE. O arena MTE é uma competição de resolução de cases, problemas reais da indústria, em equipe de 4 pessoas.  O evento durou todo o Domingo, com várias palestras e 4 cases: da editora Abril, da AISEC, da Henkel e do próprio MTE. Os 5 melhores colocados nesses 4 cases iriam para a final, participar da resolução de mais um case da Fiat, sendo o time vencedor dessa última etapa premiado com um netbook para cada integrante.  Participaram desse evento 192 pessoas, ou 48 equipes. Nossa equipe era a “on Rails”, com o Vítor, a Bia e o Felipe Guaycuru (o criador do GDE!).

Os Cases

Vou aqui detalhar um pouquinho mais sobre os cases propostos.

Abril — Inicialmente nos foi passado um vídeo de um executivo de uma revista se comunicando via nextel com um acessor de uma marca, para supostamente negociar propagandas. Depois entregaram uma folha descrevendo o seguinte problema: A abril recentemente fundou uma empresa distribuidora, chamada Treelog. Um dos desafios dessa empresa é entregar as revistas veja aos Sábados, uma vez que atualmente há regiões para as quais as revistas são entregues somente às Segundas ou Terças-feiras. O objetivo era propor uma solução para esse problema, utilizando ideias do vídeo apresentado.

AIESEC — Nesse case a AIESEC estava estudando criar uma sede na Coreia do Norte, que planeja criar zonas de livre comércio. O objetivo era convencer o governo comunista de que a entrada da AIESEC no país traria benefícios, sem com isso ameaçar o sistema de governo.

Henkel — Dois representantes da Henkel participaram desse case. O cenário é o seguinte: a cola Tenaz, líder de vendas nesse segmento, depende do petróleo para sua composição. Estamos no ano de 2030 e há uma projeção de que em 25 as reservas de petróleo irão se esgotar e o preço deste irá subir exponencialmente nos próximos anos. Foi descoberto porém, um novo tipo de cola, batizada de Power Glue, biodegradável e 5 vezes mais aderente e seu principal componente é produzido por bactéria, uma fonte renovável. O problema é que não foram feitos testes conclusivos sobre os efeitos carcinogênicos do produto. O objetivo era decidir se íamos produzir tal cola e quando começar a produção, justificando as decisões.

MTE — Nesse case, o MTE enfrenta vários problemas: empresas perderam interesse em patrocinar eventos, consequentemente o número de participantes em tais eventos diminuiu e para piorar há uma falta de interesse por parte dos alunos em integrar o MTE. O objetivo era propor ideias para reverter essa situação.

Depois dos cases cansativos, tivemos um coffee-break e então o anúncio dos finalistas. Não fomos classificados para a final, que consistia em resolver um case da Fiat. O restante dos times deveria participar de um laboratório que consistia em montar um cubo de papel representando um carro e colocar inovações nele, na vertente do Fiat Mio http://www.fiatmio.cc/ A maioria das equipes (incluindo a nossa) decidiu não participar desse último evento e voltamos para a Unicamp de ônibus.

Conclusão

O MTE espalhou bastante propaganda pelo campus e todos eles apresentavam desafios de lógica. Como eu nunca tinha participado, achei que os cases eram de problem solving, mas sem cunho matemático/computacional como olimpíadas e maratona de programação. Minha impressão no final do dia foi de que os cases não davam muito espaço para ideias, uma vez que a solução esperada já era delineada no enunciado do problema. Obviamente, todas as equipes apresentaram soluções parecidas, o que torna difícil a comparação das equipes por soluções.

Segundo o regulamento da competição, outras formas de avaliação são comunicação, trabalho em equipe, pró-atividade, ética e conduta. Não creio que nossa equipe tenha se destacado em nenhum desses quesitos (exceto pelo Vítor que pode ter arrecadado uns pontos extras com a comunicação). Pelo contrário, creio que perdemos pontos com ética e conduta, já que diversas vezes durante a resolução fizemos piadas e brincadeiras :P.

Enfim, senti que acordei Domingo às 6 da manhã não para participar de uma competição, mas para ficar o dia inteiro participando de dinâmicas de grupo exaustivas (com a diferença que eu conhecia a minha equipe). Bom, pelo menos ganhamos uns brindes: boné, camiseta e caneta.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: