Defesa do Mestrado

Segunda-feira passada foi a defesa da minha tese de mestrado. Felizmente correu tudo bem e fui aprovado :)

Do trabalho

O título da minha dissertação foi “Mapas de Símbolos Proporcionais”. O nome ficou bem genérico e não dá nem para saber do que se trata, hehe. Talvez fosse melhor “Problemas de otimização combinatória envolvendo mapas de símbolos proporcionais”.

Mapa de símbolos proporcionais com as maiores cidades brasileiras

De qualquer maneira, basicamente o que fizemos foi abordar dois problemas envolvendo esse tipo de mapa através de programação linear inteira, buscando soluções ótimas. Fizemos estudos teóricos mostrando que a formulação utilizada é forte, além de encontrarmos desigualdades adicionais. Também desenvolvemos técnicas de pré-processamento usando divisão-e-conquista e finalmente contribuímos com a paralelização de uma abordagem heurística.

Da banca

A banca da defesa foi composta pelo meu orientador, o prof. Pedro e pelos professores Carlinhos do IME-USP e o prof. Hélio do IC.

O prof. Carlinhos é um dos grandes responsáveis pela organização da maratona e por isso devo boa parte de minha formação a ele. O prof. Hélio foi o responsável da disciplina de estrutura de dados da qual eu fui monitor em 2010 e também foi meu professor de computação gráfica.

Ambos foram bem tranquilos na arguição, tendo apenas sugerido algumas correções ortográficas e uma melhor explicação aqui e acolá.

Da apresentação

Eu sou bastante tímido e tinha pavor de apresentar em público. Acho que os seminários do LOCo fizeram com que eu me acostumasse a apresentar, pelo menos quando se trata do meu próprio trabalho.

fonte: http://www.greenlights.org/blog/wp-content/uploads/2011/05/ostrich.jpg

Além disso, aprendi várias técnicas com meus orientadores sobre como apresentar melhor. Eis algumas delas:

  • Olhar para a platéia (esse é difícil :P)
  • Não ler os slides (além de te deixar de costas pra platéia, você não convence que sabe o conteúdo da palestra)
  • Não voltar slides. Se você sabe que vai precisar mostrar um slide que apareceu antes, duplique-o na confecção da apresentação. Se não der pra fazer isso, pelo menos avise que está voltando os slides para a plateia não ficar perdida.
  • Use “nós” ao invés de “a gente”. A vantagem é que no primeiro caso podemos usar sujeito oculto, o que torna a fala mais agradável de se ouvir.

Do aprendizado técnico

Embora eu não tenha me dado conta na hora, acho que aprendi bastante coisa no mestrado, principalmente sobre programação linear inteira e desenvolvimento de software em C++. Até então eu só tinha feito programinhas de ~100 linhas para resolver problemas de maratona, sem usar muitos conceitos de orientação de objetos.

No mestrado fiz as coisas pensando em reuso, o que acabou sendo muito bom, pois tive que utilizar código que eu havia escrito depois de um ano. O código ficou com umas 10.000 linhas.

Embora tenha usado bibliotecas como CGAL e XPRESS, se eu fosse reescrever meu código, teria usado mais bibliotecas como por exemplo a Boost.

Do futuro

Acadêmico: Há algumas tarefas possíveis para complementar o que fiz no mestrado e minha ideia é realizá-las assim que sobrar um tempinho. Mesmo não tendo certeza se voltarei para um doutorado, eu gosto bastante de publicar :) e isso me motiva a continuar pesquisando.

Profissional: Pesquisa em áreas como geometria computacional é rara de ser encontrada fora da academia, pelo menos no Brasil. Eu ia fazer meu mestrado em geometria, mas meu orientador sugeriu um problema que no final das contas usou bastante otimização combinatória e eu sou grato pelo rumo que as coisas tomaram. Graças a isso estou trabalhando em uma empresa de pesquisa operacional. Otimização em geral é uma área com aplicação direta na indústria e por isso é possível encontrar algumas empresas do ramo no Brasil.

2 respostas a Defesa do Mestrado

  1. Roberta Campos diz:

    Gostei muito do seu relato sobre a banca, estou iniciando o mestrado agora e ainda me apavora um pouco vários pontos dos quais eu não havia pensado ou que eu desconheço mesmo!
    Levo daqui a imagem do passo a passo do estudante (uma graça!).
    Parabéns!!
    Um grande abraço.

%d bloggers like this: